EscriTAL v3.0.1147

Todo um novo tratamento para lançamentos extemporâneos de documentos fiscais foi adicionado ao sistema EscriTAL. Foram revistos para isso as telas de documentos de Entradas e Saídas, bem como os relatórios de Entradas, Saídas, Apurações de ICMS e IPI, além das integrações com Sintegra, GIA, SPED ICMS/IPI e SPED Pis/Cofins.

Citamos abaixo texto que explica o que são lançamentos extemporâneos:

Documento Extemporâneo

Operação de entrada
Quando um documento fiscal de entrada de mercadorias ou aquisição de serviços é considerado extemporâneo?(45)
É o documento de entrada de mercadorias ou aquisição de serviços que foi escriturado fora do período de apuração em que normalmente deveria ter sido registrado. Como exemplo, temos a emissão de um documento em 31/01/2009 e entrada efetiva no estabelecimento em 01/02/2009. Neste caso, este documento deve ser escriturado como documento regular no período de apuração de fevereiro de 2009. Caso seja escriturado em período posterior a fevereiro de 2009, observado o prazo decadencial, será considerado extemporâneo.

Operação de saída
Quando um documento fiscal de saída de mercadorias ou prestação de serviços é considerado extemporâneo?(46)
É o documento de saída de mercadorias ou prestação de serviços que foi escriturado fora do período de apuração em que normalmente deveria ter sido registrado, utilizando como base a data de emissão do documento fiscal ou a data da efetiva saída da mercadoria ou prestação do serviço, conforme disposto na legislação estadual.

Fonte: Receita Federal

Revisamos a importação de Notas Fiscais Eletrônicas quanto à apropriação de despesas adicionais e do IPI.

Gostou? Compartilhe com seus amigos...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *